Alta nos preços dos imóveis é menor já verificada

De abril de 2015 a abril de 2016, o preço médio dos imóveis da imobiliária Bauru subiu apenas 0,21%, segundo o Índice FipeZap, que acompanha a variação nos valores de casas e apartamentos anunciados para venda em 20 cidades brasileiras. Essa é a menor alta nesse período já registrada pelo índice desde quando foi criada em 2013.

Em 12 meses, a inflação medida pelo IPCA deve ficar em 9,19%, segundo a previsão do Banco Central. Ao considerar o efeito da alta dos preços, o índice apresenta queda real de 8,23% em no período.

A queda real é medida quando o valor de um determinado bem tem uma alta inferior ao aumento generalizado de preços, medido por índices inflacionários, como o IPCA, onde a variação real não é obtida com uma simples subtração, para tanto, é preciso dividir a oscilação dos preços pela variação da inflação, de acordo com as imobiliárias de Bauru.

Nenhuma das 20 cidades que compõem o índice registrou variação superior à inflação nos últimos 12 meses e em algumas delas houve ainda a queda nominal de preços, uma variação negativa no período.